BLOG

Como começar a preparar sua empresa para a indústria 4.0

Smart automation industry robot in action welding solar panels while engineer is watching from above – industry 4.0 concept – 3D Rendering

Usado pela primeira vez em 2011, o termo Indústria 4.0, é considerado o precursor de uma nova revolução industrial, já que poderá causar grandes mudanças, especialmente no que diz respeito a forma como os produtos são fabricados e como isso impacta o mercado.


Talvez você ainda não tenha percebido, mas nós estamos vivendo a nova revolução industrial. Já tivemos a implementação das máquinas a vapor em 1780, a energia elétrica, os motores elétricos e os combustíveis derivados do petróleo em 1870 e os sistemas informatizados e robóticos para manufatura, em 1970. Hoje, são os avanços tecnológicos que nos trouxeram para a Indústria 4.0. Mas o que é isso, quais são as mudanças que trará para a sua fábrica e como preparar sua empresa para essa nova tendência?

O que é Indústria 4.0?


Indústria 4.0 é um conceito novo de indústria que prevê a utilização das inovações tecnológicas de automação e controle da informação em prol da manufatura. Ela basicamente faz uso da internet das coisas, internet dos serviços e cyber-físicos para tornar a indústria mais moderna e os processos que ocorrem dentro dela, mas eficientes. Na prática, a ideia é que os sistemas sejam conectados, formando uma rede inteligente. Sendo assim, o processo será descentralizado e a produção terá maior autonomia.


Quais são as mudanças?
A ideia da Indústria 4.0 é tornar as fábricas inteligentes, para que elas consigam prever falhas, se adequar a qualquer alteração e poder até mesmo agendar revisões e manutenções. Isso é possível devido a sistemas inteligentes que, ao utilizar sensores, transmitem informações para as máquinas. Com isso, cada máquina saberá com o que ela deve trabalhar, de que forma e qual o seu papel na fabricação. Ou seja, haverá uma comunicação entre as próprias máquinas, tornando o processo descentralizado e auto-gerenciável.


Mas isso não é tudo! Contar com um sistema inteligente torna a coleta de dados mais eficiente, o que aumenta o controle da produção e faz com que a tomada de decisões seja mais assertiva.

Quais são as vantagens?


As principais vantagens de ter uma fábrica automatizada, são:

  • Redução de custos: conforme as máquinas forem tendo a capacidade de programar manutenções preventivas, os custos ficam ainda menores. Afinal, dificilmente a produção será paralisada.
  • Falhas serão evitadas: as manutenções e revisões preventivas também tornam a operação mais segura contra possíveis falhas.
  • Economia de energia: algumas tecnologias permitem uma melhora na geração de energia, o que consequentemente diminui o consumo da mesma. 
  • Alta produtividade: ao mesmo tempo em que as fábricas gastarão menos energia, elas também terão uma eficiência maior. Com isso, a empresa se torna mais competitiva.
  • Segurança geral: a automação reduz os riscos de erros humanos, diminuindo as chances de ocorrerem acidentes, por exemplo.
  • Alta qualidade: a probabilidade de que haja equívocos nas montagens será cada vez menor, o que aumenta a qualidade dos produtos.
  • Menos desperdício: ao reduzir os erros de produção e aumentar a segurança, a indústria praticamente acabará com os desperdícios na produção.
  • Conservação do meio ambiente: a otimização dos recursos naturais poderá reduzir os impactos que a indústria causa no meio ambiente.
  • Controle de dados: como uma das premissas da Indústria 4.0 é a geração de dados, ela acaba permitindo que o controle sobre todas as informações geradas pela fábrica seja maior. Consequentemente, haverá mais transparência, com dados cada vez mais precisos.


Como começar a implementar na sua empresa?

  • Avalie as necessidades: verifique o que precisa ser melhorado na sua indústria, analisando seus pontos fortes e fracos.
  • Pense em como a tecnologia pode ajudar: a partir dos pontos fracos levantados, avalie de que forma a inteligência artificial pode ajudar a sua indústria. 
  • Defina um prazo: use um prazo realista para começar a colocar essas mudanças em prática, evitando a procrastinação.
  • Capacitação: sua equipe precisa estar por dentro das mudanças que ocorrerão na fábrica. Por essa razão, a capacitação se torna fundamental nesse momento. Afinal, dessa maneira o processo de implementação e de adaptação será mais fácil.
  • Abra espaço para o novo: esse é o momento perfeito para começar a investir aos poucos em soluções para a sua empresa. Utilizar sistemas de gestão e aplicativos é uma ótima forma de começar essa mudança.

Apesar de ainda não ser a realidade na maioria das fábricas, a Indústria 4.0 é o futuro da manufatura. Afinal, assim como ocorre nas outras áreas, o setor secundário também deve se beneficiar da constante evolução tecnológica. E com isso, a tendência é que o processo industrial se torne cada vez mais inteligente, interligado e capaz de tomar decisões independentes.